Potencializando o LEAN na Industria Vidreira

Publicado por em 2 de setembro de 2021

Dentro dos valores da 55PRO, temos formado diversas parcerias com o objetivo de unir competências complementares e potencializar novos negócios e novos mercados.

 

Uma dessas parcerias é com a empresa GLASSPEDIA através do proprietário Wagner Domingues, consultor especialista na Indústria Vidreira.

 

Nesse Post entrevistamos o nosso amigo Wagner para saber, do ponto de vista dele, a importância da nossa parceria e como ele entende o potencial da aplicação da filosofia Lean na Indústria Vidreira.

 

 

  • Wagner, me fale um pouco da sua especialidade na indústria vidreira e da Glasspedia.

 

Somente para contextualizar, a indústria vidreira é responsável pela fabricação da matéria que será manufaturada e distribuída como vidros recosidos planos e curvos, temperados planos e curvos, insulados planos e curvos e laminados planos e curvos.

Atuo na indústria vidreira desde 1994, quando supervisionei os projetos de montagem e instalação na Engenharia de Fábrica da planta de Jacareí da Cebrace.

Projetos como sistema de aplicação CVD (Chemical Vapor Deposition) do coating pirolítico conhecido como Antelio.

Na mesma época comecei a trabalhar com vidros da família TEC que são vidros aquecidos para refrigeração. Instalação de sistema “ON LINE” de proteção química para evitar a Irisação através de produtos químicos.

Coordenei 70 estrangeiros na montagem e instalação de uma linha para vidros primitivos para aplicação automotiva, bem como sistema de eletroímã para separação de metais ferrosos da linha de composição e linha de separação de cacos para alimentação do forno e sistema de proteção dos silos de matéria-prima.

Como coordenador de Engenharia de Aplicação da Cebrace, atendi os clientes da America Latina e visitei os centros de pesquisas da SAINT GOBAIN e NSG Pilkington na Europa e Asia.

Atuei no desenvolvimento de produtos magnetrônicos (softcoat) de proteção solar , produzidos no Brasil, para aplicação em construção civil e arquitetura, como família XTREME (triple silver), família SKN (double silver), família KNT (Single silver),  familia Planitherm (incluindo aplicações para refrigeração industrial, família ST, trabalhei em aplicações deste produtos em vidros termoacústicos, laminados, temperados, curvos recozidos, curvos temperados, curvos insulados, vidros para aplicações automotivas (Para-brisas, Vidros traseiros e Vidros Laterais) , Vidros para aplicações Náuticas, Vidros para aplicação Aeronáuticas (Para-brisas de aeronaves EMB314, e outros), Para-brisas para trens, metrô, etc.

Além de vidros blindados que atenderam as normas americanas e europeias.

Especificação de vidros calculando stress térmico, especificando produtos e definindo a espessura em função da pressão do vento.

Coordenei o grupo que elaborou a norma de vidros de controle solar no grupo CB37 da ABNT, revisão das normas de laminado e temperado, Prateleiras etc.

 

  • Como você vê o cenário pós-covid na indústria vidreira? Quais são as principais dificuldades? Quais são as principais oportunidades?

 

O pós-covid tem sido um grande desafio com a escassez de produtos no mercado mundial. Exigindo muita criatividade, inovação, compras eficazes e gerenciamento de estoques e planejamento de controle de produção cada vez mais alinhados com as demandas, com o mínimo desperdício.

 

Técnicas de Lean Manufacturing nunca foram tão necessárias para garantir a repetibilidade e reprodutibilidade dos sistemas produtivos, reduzir desperdícios, ciclos, custos operacionais e melhorar a qualidade dos produtos.

 

Reduzir a Mão de Obra não garante uma produção eficaz e bem planejada.

A concorrência está cada vez mais acirrada e está exigindo profissionalismo daqueles que pretendem se manter no mercado.

 

  • Como você enxerga o potencial da nossa parceria Glasspedia e 55PRO na indústria vidreira?

 

Com a parceria com a 55PRO vejo que podemos trabalhar em conjunto nos seguintes temas:

 

  • Nos ganhos em garantir que as entregas serão feitas nos prazos

acordados com os clientes, sem renunciar à qualidade, garantindo margens de lucro que permitam a continuidade do negócio. As margens muito pequenas requerem processos mais eficientes com custos mais baixos, sem renunciar à qualidade e da segurança.

 

  • Ajudar a enfrentar as principais dificuldades para quebrar os

paradigmas da indústria vidreira. Manter um time altamente treinado, motivado, capaz de produzir mais em caso de aumento da demanda e multiplicar conhecimento em caso de novas contratações.

 

  • Apoiar nos processos de transformação que o mercado requer como:
  • Ouvir e entender o mercado;
  • Fazer uma pesquisa quantitativa e qualitativa;
  • Apoiar nos processos de Pós-vendas de forma atuante e dinâmico;
  • Responder o mais rápido com o mercado.

 

Como vocês puderam verificar, a indústria vidreira possui grandes desafios e oportunidades. A redução dos custos operacionais, a melhoria de produtividade e a necessidade de transformação para se adequar aos clientes e mercado são fundamentais para o sucesso na indústria vidreira.

 

Obrigado Wagner pelo seu depoimento e parceria com a 55PRO!!!

 

#parceria #transformacao #55PRO

@55PRO

 

Até a próxima!!

Categorizados em: